quinta-feira, 27 de junho de 2013

Biblioteca comemora aniversário amanhã, 28/06, com treinamentos personalizados


 
 

A Biblioteca Paulo Lacerda de Azevedo comemora amanhã, dia 28/06, 11 anos de atividades no espaço atual!

Para celebrar esta data importante, serão oferecidos treinamentos personalizados na sala de pesquisas online, 618, ministrados pela funcionária Eleonora, conforme programação abaixo:

11h às 12h - Acesso aos livros eletrônicos da base Evolution e ao Portal da Capes;

16h às 17h - Conhecendo e utilizando o PHL, e pesquisa em bases de dados das Ciências da Saúde.




A participação nos treinamentos é livre a todos os mebros da comunidade acadêmica interessados e não necessita de inscrição prévia.


Participe! Aproveite todos os recursos que a Biblitoeca oferece!





quarta-feira, 26 de junho de 2013

ANVISA lança Manual das Denominações Comuns Brasileiras (MDCB)





A Anvisa lançou, nesta terça-feira (25/6), o Manual das Denominações Comuns Brasileiras (MDCB). O livro reúne toda a legislação relacionada às Denominações Comuns Brasileiras (DCB) e tabelas complementares. A publicação é uma referência para a área farmacêutica, pois reúne a nomeclatura padrão para uma série de substâncias utilizadas diariamente na indústria farmacêutica.

Durante a cerimônia o diretor-presidente da Anvisa, Dirceu Barbano destacou que a publicação representa todo o esforço que foi feito no país para que tivessemos a DCB. Segundo ele, o investimento em conhecimento “tem permitido que o Brasil tenha cada vez mais condições de acompanhar o desenvolvimento tecnológico atual”, explicou Barbano.

A padronização dos nomes é fundamental para o registro de medicamentos, compras públicas, manipulação magistral, identificação de genéricos, entre outras atividades. Atuamente, a DCB conta com mais de 11 mil denominações.

O lançamento faz parte do II Seminário Internacional Novas Fronteiras Farmacêuticas nas Ciências, Tecnologia, Regulamentação e Sistema da Qualidade. O evento e o lançamento do Manual da DCB foram promovidos pela Anvisa e pelo Sindusfarma.



Fonte: Imprensa/Anvisa

terça-feira, 25 de junho de 2013

Sugestões de livros feitas pelos alunos serão adquiridos pela Biblioteca




                 A Biblioteca comunica a todos os alunos que fizeram sugestões de compras de livros pelo sistema PHL que os pedidos foram incluídos na lista de compras deste ano. Alguns dos pedidos, infelizmente, não poderão ser atendidos, pois os livros encontram-se esgotados ou não foram localizados para compra. Em outros casos, como o professor já havia solicitado o título, desconsiderou-se o pedido.

                Se o aluno quiser confirmar sua solicitação, pode fazer login no sistema PHL e verificar seu pedido. Assim que os livros começarem a ser disponibilizados para consulta e empréstimo, faremos nova divulgação em nossas redes sociais. Aguarde!

             

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Autópsia digital


Um novo injetor de contraste e a compra de uma ressonância
 magnética de alta potência contribuem para entender as
 causas de morte (FMUSP)


Por Marcos de Oliveira

          A mais célebre representação de uma dissecação humana está num quadro pintado pelo holandês Rembrandt em 1632. Conhecida como Aula de anatomia do Dr. Nicolaes Tulp, a pintura mostra sete circunspectos alunos de medicina olhando o corpo de um assaltante estendido em uma mesa com a parte interna de um dos braços exposta. Ao longo de séculos, a medicina se valeu desse tipo de procedimento retratado por Rembrandt para conhecer o funcionamento do corpo humano e suas doenças, no aprendizado médico e também como um método de verificação, quando necessário, do motivo da morte de uma pessoa.
        Agora a tendência no mundo é o uso de equipamentos médicos já consagrados, como as tomografias e as ressonâncias magnéticas, para “ver” a causa da morte de uma pessoa sem a necessidade de abrir o corpo. Mas ainda falta uma base científica para esse fim.
        Um dos estudos mais ambiciosos nesse sentido está sendo realizado em São Paulo, na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Lá, sob a coordenação do professor Paulo Saldiva, um grupo de pesquisadores está testando em um equipamento de tomografia formas de fazer autópsia com imagem. Para isso, eles desenvolveram com a empresa Braile Biomédica, de São José do Rio Preto, no interior paulista, uma bomba de injeção de contraste por uma artéria na virilha do cadáver, que se espalha em todo o corpo e garante imagens de melhor qualidade.
         Os pesquisadores esperam dar um salto nos estudos a partir de 2014 com a entrega de um equipamento de ressonância magnética de alto campo magnético, a primeira do hemisfério Sul, que foi comprada com recursos da FAPESP, Secretaria da Saúde do estado de São Paulo e USP, no valor de US$ 7 milhões.
        “Com a evolução da medicina e a adoção de métodos bioquímicos, biologia celular e molecular e métodos de imagens, a autópsia passou a ser algo antigo, mesmo na especialização de médicos”, diz Saldiva, que é chefe do Departamento de Patologia da FMUSP. “Autópsia dá muito trabalho, ela pode levar até três dias para ser concluída e é mal remunerada”, afirma.
         Saldiva esclarece que a autópsia médica que tem um decréscimo no mundo é a de “morte morrida”, e não de “morte matada”. É diferente da medicina legal que trata de óbitos por causas violentas como tiros e facadas, por exemplo. Nesses casos é preciso que o corpo passe pelo Instituto Médico Legal (IML) para que o médico-legista, normalmente formado também em academias de polícia, possa fazer laudos para a investigação criminal e o processo legal.
         “A autópsia médica trata de pessoas encontradas sem vida em casa ou na rua, ou que chegam a um pronto-socorro já mortas, por exemplo, e os médicos não sabem a causa para preencher o atestado de óbito”, explicou Saldiva.


Continue lendo... 


FONTE: Agência FAPESP, 24/06/2013

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Biblioteca digital da USP atinge a marca de 40 mil teses

Lançado em 2001, serviço reúne dissertações de mestrado e teses
de doutorado  e livre-docência (reprodução)


         A Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD) da Universidade de São Paulo (USP) atingiu a marca de 40 mil títulos, entre dissertações de mestrado e teses de doutorado.
        Segundo dados divulgados pela USP, a biblioteca, que foi lançada em junho de 2001, reúne 24.128 dissertações de mestrado, 15.872 teses de doutorado e 246 de livre-docência.
        Para o pró-reitor de Pós-Graduação da USP, o professor Vahan Agopyan, a BDTD dá visibilidade mundial ao conhecimento de alto valor agregado produzido pelos programas de pós-graduação da universidade.
       Com metodologia adotada por instituições como o Massachusetts Institute of Technology (MIT), a Virginia Polytechnic Institute and State University (Virginia Tech) e o California Institute of Technology (Caltech), a BDTD integra o catálogo mundial que reúne mais de 3 milhões de títulos no mundo todo e tem sido relevante para que a USP esteja bem posicionada nos diversos rankings mundiais.
       A biblioteca digital da USP está associada à Networked Digital Library of Theses and Dissertations (NDLTD) e ao Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), do Ministério da Ciência e Tecnologia, por meio da Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações.
      A Biblioteca Digital de Teses e Dissertações foi inaugurada junto com o Portal do Conhecimento, uma iniciativa que teve como intuito disponibilizar mundialmente, pela internet, o conhecimento produzido e acumulado pela universidade.

Mais informações: www.teses.usp.br


FONTE: Agência FAPESP, 21/06/2013

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Tutorial de acesso ao Portal da Capes está disponível no site da Biblioteca


                  Está disponível no site da Biblioteca o tutorial de acesso ao Portal da Capes. Elaborado de forma a ser autoexplicativo, este tutorial demonstra os principais recursos do Portal, como a pesquisa por títulos de periódicos, artigos, livros eletrônicos, bases de dados e assuntos.
                  O tutorial também explica como acessar os textos completos fora da universidade, além de mostrar o espaço virtual do usuário, que permite salvar pesquisas, artigos e gerenciar pastas.

                  Para acessar, siga os seguintes passos:

                  No site da Universidade, clique na aba Biblioteca. Clique novamente em Site da Biblioteca, Tutoriais e em Portal da Capes.


Cine Psiquiatria exibe O Sétimo Selo

         O Cine Psiquiatria exibe nesta quarta-feira, dia 19, o filme O Sétimo Selo (Suécia - 1956 - 96min). 
        Obra prima de Ingmar Bergmann, a película conta a história de um cavaleiro que ao retornar das cruzadas encontra sua cidade devastada pela peste negra. Ao se deparar com a morte encarnada decide desafiá-la em um jogo de xadrez. 

       O filme será tema para o debate sobre o tema "cinema, morte e psicanálise". A exibição ocorre às 18h, no auditório Alimena. 

Assista o trailer:



 
FONTE: UFCSPA, 18/06/2013


Portal Veduca reúne cursos online gratuitos de universidades brasileiras e americanas


Portal de educação Veduca traz videoaulas de professores de universidades

             estrangeiras legendadas em português.




       Alternativa de crescente popularidade em países como os Estados Unidos, os massive open online courses (moocs, na sigla em inglês para cursos online abertos oferecidos em larga escala), produzidos por professores de prestigiosas universidades norte-americanas como MIT, Harvard, Stanford e Yale, estão mais acessíveis a alunos brasileiros.
       Elaborados para plataformas da web, com videoaulas sobre conteúdos de disciplinas ministradas em graduações tradicionais, boa parte dos moocs disponibilizados no portal Veduca (veduca.com.br) vem com legendas em português. O site trás material de 21 áreas, de ciências humanas, como literatura, história e filosofia, e exatas, como matemática, física e química.
      Também há cursos produzidos por instituições brasileiras, como as Universidades de São Paulo (USP), de campinas (Unicamp) e Estadual Paulista (Unesp), como os de Cálculo, da Unicamp, mais voltados ao público universitário.

A plataforma

      No ar desde março de 2012, o Veduca reúne mais de 5,5 mil aulas, já vistas por mais de 170 milhões de pessoas no Youtube. O portal conta com 16 das principais universidades do Brasil e do mundo, como Harvard, Stanford, Yale, MIT, Berkeley, USP, Unicamp e Unesp. Além das vídeoaulas de instituições do país, algumas têm legendas em português.

Certificado de conclusão 

Na quarta-feira passada, a USP lançou seus primeiros moocs. Os cursos Física Básica, de Vanderlei Salvador Bagnato, e Probabilidade e Estatística, de André Leme Fleury e Melvin Cymbalista, são organizados em videoaulas, disponíveis na plataforma Veduca, que traz também material de apoio. Quem tiver interesse pode agendar uma prova presencial para ter direito a certificado.

Acesse: www.veduca.com.br 


FONTE: Zero Hora, Caderno Vestibular, 18/06/2013, p. 8

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Treinamentos abertos EBSCO em Julho



           A  EBSCO oferece uma semana de treinamentos abertos via Webex todo mês. Estes treinamentos estão destinados a profissionais de saúde, universitários, docentes, pesquisadores, bibliotecários e demais interessados, que utilizam as bases de dados e serviços oferecidos em diversas interfaces.
           Cada um dos treinamentos compreenderá uma revisão geral da plataforma, enfatizando as principais características de cada produto, com o objetivo de maximizar o uso e obter os resultados esperados, utilizando técnicas efetivas de busca.
          Para registrar-se em um treinamento, clique no seguinte link Treinamentos abertos  e selecione o(s) treinamento(s) de interesse. Ao clicar em "Registrar-se", você será levado à página de registro que deverá completar com suas informações, em seguida receberá um email de confirmação com um link direto para o treinamento, que você deverá acessar no dia e horário indicados.
          Todos os treinamentos se encontram no horário oficial de Brasília, Brasil, portanto fique atento caso você se encontre em outro país ou estado em que exista diferença no fuso horário.
          Por fim, os treinamentos tem duração de aproximadamente 1 hora, necessitam de um computador com internet e fones de ouvido/caixas de som.  
         O ideal é que o participante ingresse no treinamento pelo menos 5 minutos antes do horário de início do treinamento para configurar seu áudio. 

Veja abaixo a agenda de treinamentos:

Segunda-feira, 1 de julho de 2013, às 10:30h  
EBSCOhost básico

Este treinamento faz uma revisão dos tópicos básicos para se executar uma busca com sucesso na plataforma. Apresentando a interface EBSCOhost, que é a plataforma de busca de bases de dados da EBSCO, além de apresentar a busca básica, página de resultados e página do resultado, este treinamento tem a intenção de familiarizar o participante com a interface EBSCOhost.


Segunda-feira, 1 de julho de 2013, às 16:00h
EBSCOhost avançado

Este treinamento faz uma revisão dos tópicos avançados para se executar uma busca com sucesso na plataforma. Utilizando a interface EBSCOhost, que é a plataforma de busca de bases de dados da EBSCO, serão apresentadas as: busca avançada e buscas adicionais que estão presentes na interface: como busca no vocabulário controlado, busca por imagens e índice, o objetivo é instruir os participantes sobre buscas mais especializadas em buscadores adicionais que a própria plataforma oferece.


Terça-feira, 2 de julho de 2013, às 10:30h
Meu EBSCOhost

Este treinamento vai falar sobre esta funcionalidade do EBSCOhost, que permite a personalização, customização e uso individualizado da plataforma. O Meu EBSCOhost é a área que, mediante um registro, permite que o usuário guarde e compartilhe diversos documentos. O objetivo deste treinamento é oferecer sugestões de uso para esta funcionalidade, além de indicar dentro da plataforma que tipos de documentos e recursos são guardáveis na área do Meu EBSCOhost.


Terça-feira, 2 de julho de 2013, às 16:00h
eBooks - aquisição

Será apresentada a plataforma ECM (EBSCOhost Collection Manager), bem como suas funcionalidades e perfis. Formas de aquisição e modelos de acesso.


Quarta-feira, 3 de julho de 2013, às 10:30h
EBSCO Discovery Service (EDS)

Este treinamento fará uma revisão geral sobre o serviço de descobrimento EBSCO. Apresentando as principais diferenças e características deste produto. Serão apresentados: a estrutura do EDS, seu conceito básico, suas diferenças com o EBSCOhost e suas principais características.


Quarta-feira, 3 de julho de 2013, às 16:00h
EBSCOhost - administração

Serão apresentadas as abas da área administrativa da plataforma EBSCOhost, bem como suas funcionalidades.

Quinta-feira, 4 de julho de 2013, às 10:30h
eBooks - administração 

Serão apresentadas as abas da área administrativa da plataforma EBSCOhost, bem como suas funcionalidades.


Quinta-feira, 4 de julho de 2013, às 16:00h
eBooks - administração e uso


Este treinamento fará uma introdução sobre eBooks, desde as formas de aquisição e modelos de acesso, até a apresentação deles no EBSCOhost, apresentando como é feito o empréstimo, qual o controle que o usuário final possui e quais dispositivos permitem a leitura.


Sexta-feira, 5 de julho de 2013, às 10:30h
Rehabilitation Reference Center (RRC) 

Uma hora de treinamento sobre este recurso focado na equipe de reabilitação. O treinamento inclui: imagens de exercícios, informações para o paciente, orientações sobre doenças, condições do paciente e medicamentos. Além das buscas básica e avançada, será revisada também a pasta pessoal da plataforma. 


* Visite EBSCO Support para consultar recursos adicionais ou obter maiores informações sobre nossos produtos como o EBSCO Discovery Service


FONTE: EBSCO, por e-mail, 13/06/2013

Alunas de doutorado lançam livro sobre dependência química




               Quatro alunas do curso de doutorado em Ciências da Saúde da UFCSPA lançam, nesta sexta-feira, dia 14, das 19h às 21h, o livro Abordagem Multidisciplinar em Dependência Química, do qual são organizadoras. 
               Cassandra Borges Bortolon, Luciana Signor, Simone Fernandes e Taís de Campos Moreira são estudantes da linha de pesquisa "motivação e uso de drogas ilícitas e lícitas".          
               Participam do livro também, as professoras Helena Barros, Mauricéia Cassol e Maristela Ferigolo. 

              O lançamento será realizado na Livraria Cultura do shopping Bourbon Country (rua Túlio de Rose, 80 - loja 302).

FONTE: UFCSPA, 13/06/2013

segunda-feira, 10 de junho de 2013

ABN lança primeiro tratado brasileiro de neurologia

 

Editado pela Elsevier, livro foi organizado por
Joaquim Pereira Brasil Neto, diretor científico
da ABN, e por Osvaldo Takayanagui, da Faculdade
 de Medicina de Ribeirão Preto da USP.

 
       A Academia Brasileira de Neurologia (ABN) lançará no fim de junho o primeiro tratado da especialidade escrito inteiramente por especialistas brasileiros. O livro, com quase 900 páginas, será publicado pela editora Elsevier.
      O coquetel de lançamento ocorrerá no dia 27, durante o Congresso Paulista de Neurologia, no Guarujá, litoral de São Paulo. A publicação foi organizada por Joaquim Pereira Brasil Neto, diretor científico da ABN e professor da Universidade de Brasília (UnB), e por Osvaldo Takayanagui, pesquisador e professor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP).
      Voltado a residentes e recém-formados que queiram se especializar na área e fonte de consulta para médicos da área e de outras especialidades, o Tratado de Neurologia é adaptado à realidade brasileira e aborda com maior profundidade, por exemplo, doenças de maior incidência no Brasil e na América Latina.
     “É um livro de Neurologia Clínica bastante completo. O conteúdo é didático, com a maior abrangência possível à nossa especialidade, abordando tópicos como cefaleia, epilepsia, doenças vasculares cerebrais, doenças desmielinizantes e neuropatias periféricas”, disse Brasil Neto à ABN.
     Cada um dos mais de 100 capítulos foi escrito por um especialista. Um dos destaques é o capítulo que trata dos acidentes vasculares cerebrais no Brasil, escrito por Norberto Cabral, da Universidade da Região de Joinville, com os tipos de AVC isquêmicos mais prevalentes conforme o grupo étnico ou a área geográfica.
    Entre os colaboradores de instituições paulistas, há 23 profissionais da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), 22 da USP, cinco da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), dois da Santa Casa de São Paulo, dois do Instituto do Sono e um da Universidade Estadual Paulista (Unesp).
    De acordo com Brasil Neto, foram necessários três anos para organizar todas as informações e deixar o livro pronto. “A nossa expectativa [com o tratado] é aumentar o interesse das pessoas em neurologia, o que potencialmente pode contribuir para aumentar o número de especialistas. Quanto mais gente estudando, maiores as chances de obtermos desenvolvimento e até mesmo contribuirmos para a neurologia internacional”, afirmou.
Informações sobre o Congresso Paulista de Neurologia: www.apm.org.br/neurologia/default.aspx


FONTE: Agência FAPESP, 10/06/2013


sábado, 8 de junho de 2013

Cientistas dizem ter descoberto origem do câncer de mama



Tumor nasce a partir de mau funcionamento de células
 localizadas nos ductos mamários.

 
           Em sua essência, o câncer é uma célula entre milhões de outras que começa a funcionar mal. No caso do câncer de mama, na maioria das vezes essa célula maligna fica nos ductos que levam o leite da glândula mamária até o mamilo. Mas, por que ali e não em outra parte? O que há nesta região?
          David Gilley, da Faculdade de Medicina da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, e Connie Eaves, do Laboratório Terry Fox da Agência para o Câncer em Vancouver, no Canadá, ficaram perplexos ao descobrir a resposta.
          Em seu estudo, publicado na revista especializada "Stem Cell Reports", eles explicam como descobriram que todas as mulheres - propensas ou não a desenvolver câncer de mama - têm uma classe particular de células-mãe com telômeros (estruturas que formam as extremidades do cromossomo) extremamente curtos.
         Os cientistas se deram conta de que estes cromossomos, com as extremidades tão pequenas, fazem com que as células fiquem mais propensas a sofrer mutações que podem desenvolver o câncer.
         Diferentemente de muitos estudos sobre o câncer, a investigação se deu em mulheres normais que doaram seus tecidos após terem se submetido a uma operação de redução de seios por razões estéticas.
        "O que procurávamos eram possíveis vulnerabilidades em células normais que fizeram com que se tornassem malignas", explicou Gilley à BBC Mundo.

Prevenção
 
        Eles explicam que as células-mãe se dividem em células chamadas de diferenciadas ou finais, que, por sua vez formam o ducto mamário. E é nessas células em que se origina o câncer de mama, afirmam os especialistas.

       Eles observaram que quando os telômeros dessas células finais perdem sua função - que é a de manter a estrutura do cromossomo, evitando que suas extremidades se juntem ou combinem com os outros - pode ocorrer é "um verdadeiro caos" no ciclo celular que se segue.
      Apesar de todas as mulheres terem células com telômeros bem curtos, nem todas desenvolvem câncer de mama. Em alguns casos, porém, a multiplicação dessas células pode funcionar mal e produzir uma célula maligna, explica Gilley.
      Para os especialistas, o estudo lhes permite entender o que está por trás do início do câncer de mama e estabelecer marcadores que sirvam de parâmetros para exames a partir de amostras de tecidos e sangue, e poder monitorar todas as mulheres, especialmente as que têm alto risco de desenvolver o câncer.
     "O que tentamos fazer foi olhar o câncer de uma forma distinta, nos focando em como começa", explica Gilley. "Porque uma vez que o tumor se desenvolve, particulramente em alguns tipos de câncer de mama, não há muito o que se pode fazer".

Leia o artigo:



Leia também:



FONTE: G1 Ciência e Saúde, 6/06/2013

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Mostra do MARGS apresenta a anatomia das relações entre arte e medicina

Arte e medicina (Créditos: Divulgação)


Entre 06/06/2013 e 11/08/2013 


      A exposição De humani corporis fabrica - Anatomia das Relações entre Arte e Medicina acontece no MARGS, com abertura dia de 6 de junho e encerramento dia 11 de agosto de 2013. A visitação é de terça a domingo, das 10h às 19h.

     Serão exibidas obras de 47 artistas, sendo 28 pertencentes ao acervo do MARGS e 19 trabalhos de artistas convidados, já existentes e/ou produzidos especialmente para a exposição. A mostra traz peças de outros universos museológicos, em especial dezenas de objetos do acervo do Museu da História da Medicina do RS (MUHM), os quais intercalam com as obras de arte, em um diálogo entre os dois campos distintos.

     Duas pinturas e duas esculturas (de Xico Stockinger e Vasco Prado) estarão ao lado das imagens de seus respectivos exames de tomografia e ressonância magnética, revelando assim os segredos e as estruturas ocultas desses trabalhos. 
     A mostra contará também com três "salas de cirurgia", uma instalação de Patrício Farias e dois trabalhos de Diana Domingues. 

     Haverá ainda obras resultantes da própria experiência de artistas com o ambiente hospitalar - casos de Bebeto Alves, Anico Herskowitz e Cláudio Maciel. Por fim, o diálogo entre arte e medicina incluirá peças de outros universos museológicos - em especial, objetos do acerto do Museu de História da Medicina do RS (MUHM). 

Jason Freeny
(Divulgação)
















André François (Divulgação)
                    
Fernanda Martins Costa (Divulgação)



FONTE: MARGS e Zero Hora, 25/05/2013

quarta-feira, 5 de junho de 2013

FAO lança campanha mundial para combater a fome e a obesidade

 

Mulheres obesas na Cidade do México, no dia 20 de maio.
Obesidade no país subiu de 9,5% em 1988 para 32% em 2012.
Se for considerado o excesso de peso, número chega a 70%
(Foto: Ronaldo Schemidt/AFP)



Órgão da ONU quer contribuir para erradicar a má nutrição no planeta.
Desnutrição caiu quase pela metade em 20 anos; sobrepeso quase dobrou.

                A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) lançou na terça-feira (4), em Roma, uma campanha mundial para erradicar a má nutrição, que provoca carências alimentares, mas também obesidade, um desafio para muitos países atualmente.

               Se 12,5% da população mundial (868 milhões de pessoas) continuar ingerindo uma quantidade inadequada de calorias em suas porções diárias, a quantidade de "malnutridos" chegará a 2 bilhões de pessoas, com uma ou mais carência de micronutrientes (vitaminas e minerais), indicaram os especialistas da FAO.
               Baseando-se nesse cálculo, a desnutrição atinge 26% das crianças que apresentam um retardo no crescimento, enquanto 1,4 bilhão de pessoas têm excesso de peso – incluindo 500 milhões de obesos.
               "A maioria dos países é afetada por vários tipos de má nutrição, que podem coexistir em escala nacional, doméstica ou individual", indica a FAO em seu relatório anual "A situação da alimentação e da agricultura – Os sistemas alimentares a serviço de uma melhor nutrição".
               Esse é particularmente o caso de grandes países emergentes, como Brasil e China, onde o excesso de peso é um problema de saúde pública que acompanha a urbanização e o aumento da renda.
              Segundo a entidade internacional, o custo da má nutrição para a economia mundial em perda de produtividade e gastos com saúde é "inaceitavelmente" elevado e poderia alcançar até 5% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial: US$ 3,5 bilhões (R$ 7,4 bilhões), o equivalente a US$ 500 (R$ 1.060) por pessoa.
              Para muitos países da América Latina, é possível eliminar a fome, para que a população obtenha a quantidade suficiente de calorias, mas é mais difícil melhorar a nutrição.
             Algumas organizações alertam que a desnutrição da mãe e da criança continua sendo, "de longe", a principal preocupação mundial, por "representar duas vezes mais em custos sociais que o sobrepeso e a obesidade em adultos".
             Mas a desnutrição "caiu quase pela metade nos últimos 20 anos, enquanto o sobrepeso e a obesidade quase dobraram".
            Durante a Jornada Mundial da Alimentação em Roma, em outubro do ano passado, o relator especial da ONU sobre o direito à alimentação, Olivier De Schutter, fez um apelo por mais atenção sobre o deficit de elementos essenciais para o desenvolvimento físico e psicológico das crianças, "como iodo, ferro e vitaminas".
            Quando os preços das commodities sobem, como no ano passado, por causa da seca nos Estados Unidos, os mais pobres reduzem o consumo.
            "Eles não só fazem menos refeições, como também sua alimentação passa a ser menos diversificada. Essa ameaça não é vista como uma prioridade", declarou na época.
             Essa abordagem foi contestada nas considerações dos "desnutridos": para países africanos onde o número de pessoas que passam fome continua aumentando (238 milhões no continente, um aumento de 36,8% na última década), o interesse nos "problemas dos ricos", superalimentados a seus olhos, deve ser mínimo.
             É necessário, portanto, "abordar essas questões, para evitar ou reverter a tendência recente" ao excesso de peso.
             A FAO recomenda investir em ciências agrárias e pesquisas para melhorar a nutrição e promover o consumo de frutas, verduras e legumes. O essencial é garantir não apenas "o suficiente" para comer, mas também "a disponibilidade de alimentos seguros, variados e nutritivos".
           "Uma dieta saudável e uma boa nutrição começam com a agricultura. Nossa maneira de cultivar, processar, transportar e distribuir alimentos influencia o que comemos", disse em mensagem o diretor-geral da FAO, o brasileiro José Graziano da Silva.

Acesse: 

The State of Food and Agriculture (SOFA) 2013











FONTE: Bem Estar, 4/06/2013

terça-feira, 4 de junho de 2013

AcessMedicine estará temporariamente sem acesso a partir de amanhã



            A Biblioteca informa que o AccessMedicine* estará temporariamente sem acesso a partir de amanhã.
           Assim que os trâmites legais estiverem concluídos, irá ser informada a disponibilidade de seu acesso novamente.

           Contamos com a compreensão de todos.

  * Base de dados da McGraw-Hill contendo diversos recursos, como acesso a e-books com texto completo e atualizado, material multimidia (vídeos, imagens, gráficos, desenhos) , testes, além de outros recursos.

Campanha de vacinação contra a paralisia infantil começa no próximo sábado (8)



Ministério da Saúde lançou campanha nacional de combate à poliomielite na manhã desta terça-feira

 
         A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite começa neste sábado (8) com a meta de vacinar 12,2 milhões, o que corresponde a 95% da população alvo de 12,9 milhões de crianças no País. A campanha será encerrada no dia 21 de junho. 
        Para a campanha deste ano, estão sendo distribuídas 19,4 milhões de doses da vacina oral para os 115 mil postos de saúde. Pontos de vacinação itinerantes também estarão funcionando em todo o País. É importante que as mães levem a carteira de vacinação.
       Ao lançar a 34ª Campanha Nacional de Vacinação, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, destacou o poder de mobilização para a vacina chegar a todas as regiões. “Em muitos países, o vírus da paralisia infantil ainda circula, por isso é importante mantermos as nossas crianças protegidas do vírus. A ações do Programa Nacional de Imunizações (PNI), com a ampliação da oferta de vacinas, têm demonstrado a capacidade do Sistema Único de Saúde (SUS) de atingir os grupos alvos dos calendários de vacinação”, ressaltou.
      O último caso de poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, foi registrado no Brasil em 1989. O País recebeu da Organização Mundial da Saúde (OMS) o certificado de erradicação da doença em 1994.
     O secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, alerta sobre a necessidade de manter as crianças imunizadas e não “baixar a guarda” diante da doença. “Essa vacinação oral é extremamente importante para conseguirmos alcançar a eliminação global da poliomielite. Além do risco de pessoas virem de países onde tem transmissão, já foi observado, em países das Américas que começaram a acumular baixa cobertura vacinal, que isso termina favorecendo a circulação de vírus que produziram casos de pólio”, disse.

Prevenção

      Vale lembrar que não existe tratamento para a poliomielite, mas somente a prevenção, por meio da vacinação. A vacina protege contra os três sorotipos do poliovírus 1, 2 e 3. A eficácia da imunização é em torno de 90% a 95%. Ela é recomendada mesmo para as crianças que estejam com tosse, gripe, coriza, rinite ou diarreia.
     A vacina é extremamente segura e não há contraindicações, sendo raríssimas as reações associadas à administração da mesma. Em alguns casos, como, por exemplo, em crianças com infecções agudas, com febre acima de 38ºC ou com hipersensibilidade a algum componente da vacina, recomenda-se que os pais consultem um médico para avaliar se a vacina deve ser aplicada.

Continue lendo.... 


FONTE: Ministério da Saúde, 4/06/2013 

Aberto edital para editoração e publicação de livros e periódicos científicos

 


            
           A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs) disponibilizou no dia 27 de maio, o edital Programa Editoração e Publicação de Obras Científicas, no valor global de R$ 367 mil. 
           O objetivo é ampliar e incentivar a divulgação de resultados das pesquisas científicas, através do financiamento da editoração e publicação de livros e periódicos científicos. Os documentos e informações exigidas deverão ser encaminhados eletronicamente, por meio do Sistema de Informação e Gestão de Projetos (SigFapergs), disponível no site www.fapergs.rs.gov.br até o dia 11 de julho de 2013.

          Poderão concorrer pesquisadores doutores com vínculo empregatício (celetista ou estatutário) com Instituições de Ensino Superior (IES) ou Centros de Pesquisa públicos ou privados sem fins lucrativos, sediados no Rio Grande do Sul que atenderem os requisitos de habilitação no programa.
         O programa, que tem ainda a parceria da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), prevê a concessão de até 15 auxílios no valor de R$ 24,5 mil durante o período de até 18 meses.

Acesse o edital abaixo:

Conteúdos relacionados:

1. FORMAS DE APOIO » Abertos » Edital 06/2013 - Programa Editoração e Publicação de Obras Científicas


FONTE: FAPERGS, 27/05/2013

Concurso premiará monografias sobre drogas e direitos humanos

               
               Estão abertas as inscrições para o 12º Concurso de Monografia para Estudantes Universitários, promovido pelo Centro de Integração Empresa/Escola (CIEE) e pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), do Ministério da Justiça.
               O concurso pretende gerar reflexões e estudos sobre o tema “Drogas e Direitos Humanos”. O autor do trabalho vencedor receberá R$ 6 mil em dinheiro; o segundo lugar ganhará R$ 4 mil e o terceiro colocado ficará com R$ 3 mil.
               Podem participar do concurso apenas estudantes do ensino superior de instituições públicas e privadas reconhecidas pelo Ministério da Educação. As inscrições vão até 10 de julho.
              As monografias devem abordar o tema, tendo como referência a Política Nacional sobre Drogas (Pnad), a Política Nacional sobre Álcool (PNA), a Política Nacional de Direitos Humanos (PNDH), o Programa Crack, é Possível Vencer, a legislação brasileira sobre drogas, levantamentos epidemiológicos recentes realizados no Brasil e pesquisas científicas atuais.
             A autoria da monografia pode ser individual ou em grupo, com no máximo três alunos. Será admitida apenas uma monografia por autor ou grupo de alunos.
            Os trabalhos devem ser apresentados em papel A4, conter no mínimo 20 e no máximo 30 laudas, com fonte Arial, corpo 12, espaçamento entre as linhas de 1,5.

A ficha de inscrição está disponível nos sites www.obid.senad.gov.br, www.senad.gov.br e www.ciee.org.br.


FONTE: Agência FAPESP, 4/06/2013

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Cine Pediatria debate TDAH nesta terça-feira (04)

                    



           O Cine Pediatria desta terça-feira (04) coloca em debate o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) e comorbidades. O filme "Impulsividade" (2005) servirá como ponto de partida para a discussão entre docentes e alunos. Os professores Ricardo Sukiennik e Ricardo Halpern serão os palestrantes desta edição. O encontro acontece às 18h30 no auditório Alimena.
 

Sinopse:


Justin Cobb (Lou Taylor Pucci) seria um adolescente comum se não fosse o fato de que nunca conseguiu parar de chupar o dedo. Aos 17 anos, após ter tentado de tudo para se livrar do vício, ele finalmente resolve o problema através da hipnose feita pelo seu dentista, que tem ambições a psicólogo. O verdadeiro problema, porém, está apenas começando. Justin continua compensando suas frustrações pela boca, consumindo todo e qualquer tipo de droga, de maconha a remédios antidepressivos. Filho de pais que nunca saíram da adolescência, ele vai ter de aprender a crescer sozinho, nem que seja à força.

  
Confira o trailer:




FONTE: UFCSPA e Adoro Cinema